sexta, 02 novembro 2018 10:44

Processo de diagnóstico, tratamento e controlo da tuberculose em idade pediátrica

O início do segundo dia do 19.º Congresso Nacional de Pediatria, que decorreu entre 24 e 26 de outubro no Centro de Congressos do Estoril, ficou marcado pela sessão “Tuberculose e BCG: a história, a realidade e os desafios”, pautada por uma enorme assistência e participação. Um dos intervenientes foi o Prof. Doutor Luís Varandas, que abordou o tema da tuberculose pediátrica, desde o momento em que é realizado o diagnóstico até ao controlo, passando ainda pelo tratamento. De acordo com o pediatra infecciologista do Hospital Dona Estefânia, o diagnóstico da patologia em idades mais jovens é, de facto, complexo pois “por definição, as crianças têm muito poucos bacilos quando desenvolvem tuberculose pulmonar, contrariamente ao adulto”. Assista ao vídeo da entrevista.

 

“O que nós não temos são bons testes para fazer o diagnóstico indireto da tuberculose. Portanto, é precisa uma alta sensibilidade por parte do profissional de saúde para pensar em tuberculose e para fazer o seu diagnóstico numa criança”, explicou o coordenador da Comissão de Vacinas da Sociedade Portuguesa de Pediatria (SPP).

Como prática obrigatória nestas situações pediátricas, o especialista reforçou a ideia de que “um caso de tuberculose é para ser tratado de forma assertiva e todos os eventuais contactos diagnosticados, tratados e controlados”.

 

Vídeo

Login

Newsletter MyPneumologia

Receba a nossa newsletter

PUB

 

Planning

Respi Planning

Com o apoio da SPP

Oxigénio

APOIOS:
.......................

Bristol-Myers SquibbBoehringer IngelheimGSKMSDMylanRocheTakeda