Investigação

Embora algumas formas de pneumonia sejam potencialmente preveníveis através de vacinação, o estudo PneuVUE + 65 years and over revela que, dentro do grupo de risco, apenas 20% a 30% dos indivíduos estão vacinados. Há mais: no que toca à falta de consciência dos europeus, embora 85% dos inquiridos tenha afirmado saber o que é a pneumonia, apenas um terço sabia da existência de vacina contra esta doença.

A GlaxoSmithKline (GSK) e a Innoviva anunciaram, no passado dia 1 de novembro, os resultados da primeira comparação direta entre dois regimes de dupla-broncodilatação, de toma diária única, com associações fixas de um antagonista muscarínico de longa ação (LAMA) com um agonista beta2 de longa ação (LABA). Os resultados revelam uma superioridade de umeclidinium/vilanterol (UMEC/VI) relativamente a tiotropium/olodaterol (TIO/OLO) no que respeita ao endpoint primário, em doentes sintomáticos com doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC).

Chama-se MicroRNA-424(322), é uma molécula presente na corrente sanguínea e, de acordo com um estudo desenvolvido por uma equipa de investigadores da Faculdade de Medicina da Universidade de Coimbra (FMUC), tem potencial para vir a ser usada como marcador de diagnóstico e prognóstico da hipertensão arterial pulmonar.

Pág. 1 de 21

Newsletter MyPneumologia

Receba a nossa newsletter

PUB

 

Planning

Respi Planning

Com o apoio da SPP

Oxigénio

APOIOS:
.......................

Bristol-Myers SquibbBoehringer IngelheimGSKMSDRoche