Investigação

O Comité de Produtos Medicinais para Uso Humano (CHMP) da Agência Europeia de Medicamentos adotou parecer positivo sobre durvalumab para o tratamento de cancro do pulmão de não-pequenas células (CPNPC) localmente avançado e não ressecável, em adultos cujos tumores expressam PD-L1 em ≥1% das células tumorais, e quando a doença não progrediu na sequência de terapêutica de quimiorradiação à base de platina (CRT). O anúncio foi feito pela AstraZeneca e pela MedImmune.

 

De acordo com um estudo da American Cancer Society, o fumo passivo aumenta significativamente o risco de morte causada por doença pulmonar obstrutiva crónica (DPOC). Ao todo, o estudo avaliou dados de quase 80 mil pessoas, analisados durante 22 anos. Este é mais um alerta acerca dos malefícios da exposição ao tabaco, que vem reforçar a ideia de que fumar, direta ou indiretamente, prejudica gravemente a saúde.

 

O Comité dos Medicamentos para Uso Humano (CHMP) da Agência Europeia do Medicamento (EMA) emitiu um parecer positivo recomendando a aprovação de pembrolizumab em combinação com pemetrexedo e quimioterapia contendo platina (cisplatina ou carboplatina) para o tratamento de primeira linha do cancro do pulmão de células não-pequenas metastático (CPCNP) em adultos cujos tumores não expressem mutações EGFR ou ALK, independentemente da expressão de PD-L1. O anúncio foi feito pela MSD.

 

Pág. 6 de 36

Login

Newsletter MyPneumologia

Receba a nossa newsletter

PUB

 

Planning

Respi Planning

Com o apoio da SPP

Oxigénio

APOIOS:
.......................

Bristol-Myers SquibbBoehringer IngelheimGSKMSDMylanRocheTakeda