quinta, 22 novembro 2018 16:56

Especialistas defendem alteração da idade recomendada para realização de espirometrias em fumadores

No âmbito do Dia Mundial da Doença Pulmonar Obstrutiva Crónica (DPOC), que se assinalou no último dia 21 de novembro, a Fundação Portuguesa do Pulmão (FPP) alerta para a necessidade de se alterar a epidemiologia da doença para diminuir a prevalência da doença grave, a morbilidade e a mortalidade.

 

Atualmente é aconselhado que a partir dos 40 anos todos os fumadores realizem espirometria, mas a FPP considera errado esperar por essa idade, uma vez que os efeitos do tabagismo na perda de função pulmonar são irrecuperáveis, sendo preciso detetar estas alterações o mais precocemente possível, de forma a evitar os casos graves, eventualmente fatais, de DPOC.

Estima-se que em 2020 a DPOC seja responsável por mais de três milhões de óbitos, sendo a sua principal causa o tabagismo. É importante que a população saiba que os danos do tabaco são irrecuperáveis e que a espirometria seja realizada o mais cedo possível.

De acordo com a FPP, os fumadores com DPOC são doentes muito antes de terem algum sintoma. Por isso, quanto mais cedo realizarem o exame, mais cedo podem deixar de fumar e tratar a sua saúde.

Realizar uma espirometria com frequência pode ser um dos caminhos para diminuir a prevalência da DPOC e, consequentemente, diminuir a morbilidade e a mortalidade associadas à doença. Este é um exame que mostra alterações que diagnosticam precocemente a patologia. A partir daqui, é possível ser mais assertivos e interventivos na evicção tabágica, o primeiro passo para diminuir o número de casos de DPOC.

Já nos casos do diagnóstico de DPOC é preciso garantir que estes doentes fazem tratamento de reabilitação respiratória. Ainda que as guidelines indiquem que este é um procedimento obrigatório, em Portugal apenas 2% da população tem acesso ao mesmo.

 

Login

Newsletter MyPneumologia

Receba a nossa newsletter

PUB

 

Planning

Respi Planning

Com o apoio da SPP

Oxigénio

APOIOS:
.......................

Bristol-Myers SquibbBoehringer IngelheimGSKMSDMylanRocheTakeda