quarta, 06 dezembro 2017 17:30

Açores traçam plano de combate ao tabagismo para o próximo ano

O tabaco é uma das principais causas de cancro na Região Autónoma dos Açores, onde, segundo os dados do Inquérito Regional de Saúde, em 2014, cerca de 27,6% da população entre os 20 e os 74 anos fumava diariamente e onde a prevalência do consumo de tabaco entre os jovens atingia praticamente os 50%. O Governo Regional dos Açores quer inverter os números e, para tal, tem um plano de combate ao tabagismo em 2018.

“Temos um consumo elevado de tabaco e, como tal, pretendemos apresentar um plano de ação que faça com que haja uma redução efetiva do consumo de tabaco”, adiantou o secretário regional da Saúde, Dr. Rui Luís, em declarações à agência Lusa, à margem da quarta reunião do Conselho Consultivo de Combate à Doença Oncológica nos Açores, que decorreu ontem em Angra do Heroísmo.

Segundo o governante, o plano prevê uma ação para evitar que as pessoas comecem a fumar, uma para apoio à cessação tabágica, um conjunto de ações para proteger os não fumadores do fumo passivo e a monitorização do consumo do tabaco na região. Outro dos pontos na agenda da reunião do Conselho Consultivo de Combate à Doença Oncológica nos Açores foi a adaptação do registo oncológico regional à legislação recente que criou o registo oncológico nacional, para que possam ser estudadas as causas do cancro na região.

“Estamos a preparar-nos para publicar em 2018 um conjunto de informação do registo oncológico regional que vai do ano 2012 até ao ano de 2016, porque a última publicação é de 2015 e refere-se a dados de 2011. Há aqui a necessidade de atualizar estes dados”, adiantou o secretário regional da Saúde. Entre 2007 e 2011 foram detetados, em média, 1.050 casos de cancro por ano nos Açores, segundo dados do registo oncológico regional, com predominância para os cancros da próstata, do pulmão e da mama.

Fonte: Diário de Notícias

Newsletter MyPneumologia

Receba a nossa newsletter

PUB

 

Planning

Respi Planning

Com o apoio da SPP

Oxigénio

APOIOS:
.......................

Bristol-Myers SquibbBoehringer IngelheimGSKMSDRoche