Atualidade

A atual realidade do doente com CPNPC EGFRm em estadio precoce

21 maio 2024

O encontro intitulado “One breath ahead – pioneering hope for EGFRm Lung Cancer patients featuring Sra Osirita”, promovido pela AstraZeneca, realizou-se em simultâneo, em Lisboa e no Porto. Na cidade de Porto, a pneumologista Ana Barroso, da Unidade Multidisciplinar de Tumores Torácicos (UMTT), da ULS de Gaia/Espinho, abordou os principais desafios em doentes com cancro do pulmão de não pequenas células (CPNPC) com mutação no recetor do fator de crescimento epidérmico (EGFRm) em estadio precoce. O tema da Inteligência Artificial (IA) ficou a cargo do imagiologista Pedro Sousa, da ULS de Vila Nova de Gaia/Espinho, que abordou o papel da IA na deteção precoce do cancro do pulmão, apresentando o projeto europeu PINPOINT. Para finalizar, houve uma mesa redonda para se discutir as “unmet needs” dos doentes com CPNPC precoce e com mutação no gene EGFR, na atualidade. Este último painel, contou com a participação das pneumologistas Ana Barroso e Margarida Dias, também da Unidade Multidisciplinar de Tumores Torácicos (UMTT), da ULS de Gaia/Espinho, do cirurgião torácico Pedro Fernandes, da ULS de São João, e da enfermeira Esmeralda Barreira, do IPO do Porto.

Apoio

CSL BehringJonhson & JonhsonMedinfarMerckMSD

 

RecordatiTakedaTecnimede