Entrevistas

Medicina de precisão e osimertinib: ferramentas para ultrapassar obstáculos no tratamento do CPCNP EGFRm em estadio precoce
Telma Sequeira
22 Abr. 2024

Telma Sequeira esteve presente no evento “One Breath Ahead– pioneering hope for EGFRm lung cancer patients ft Srª Osirita”, promovido pela AstraZeneca, participando em duas mesas redondas dedicadas aos desafios e às “Principais unmet needs e gestão do doente com CPCNP EGFRm precoce na atualidade”. Alguns dos aspetos abordados pela assistente hospitalar de Pneumologia no Instituto Português de Oncologia de Lisboa Francisco Gentil (IPO Lisboa) foram igualmente resumidos em entrevista à News Farma. Assista aos vídeos.

Evento “One Breath Ahead” reforça compromisso da AstraZeneca em “eliminar o cancro como causa de morte”
Diana Malhado
22 Abr. 2024

Foi com “sentimento de missão cumprida e de orgulho” que Diana Malhado, diretora da Unidade de Oncologia da AstraZeneca, se declarou em entrevista à News Farma, no final do evento “One Breath Ahead – pioneering hope for EGFRm lung cancer patients ft Srª Osirita”, cuja edição em Lisboa aconteceu no passado dia 2 de abril, na casa “renovada” da empresa farmacêutica que tem como “grande objetivo eliminar o cancro como causa de morte”. Veja o depoimento em vídeo.

O papel “fundamental” do médico de família na gestão da asma
Tiago Maricoto
19 Abr. 2024

“O diagnóstico é, essencialmente, clínico, pelo que é importante salientar para que os médicos não fiquem inibidos de iniciar a terapêutica mesmo que não tenham à sua disposição as ferramentas e os exames auxiliares de diagnóstico para confirmação.” Palavras de Tiago Maricoto, médico de família na USF da Beira Ria, quando questionado sobre a importância da identificação precoce da asma. Veja a entrevista.

Diagnóstico precoce: a chave de ouro na asma
Rui Costa
09 Abr. 2024

“Na asma, é fundamental o diagnóstico precoce, correto, adequado e baseado na clínica.” Palavras de Rui Costa, especialista em Medicina Geral e Familiar no EDP Group, sobre o diagnóstico precoce na asma e o seu papel no outcome do doente. Em entrevista, o especialista destaca a importância de se identificar e avaliar os sintomas respiratórios crónicos e a variabilidade da função pulmonar. Veja o vídeo.

Quais as novas terapêuticas para o cancro do pulmão?
Ana Barroso
15 Mar. 2024

“O futuro do cancro do pulmão é um mundo de conhecimento e existem, neste momento, inúmeros ensaios clínicos a decorrer que nos vão trazer novidades muito importantes para o futuro, no sentido de ultrapassar resistências que vão acontecendo com os fármacos que usamos no dia a dia.” Quem o afirma é Ana Barroso, pneumologista na ULS de Gaia/Espinho, no âmbito da sua apresentação na sessão clínica sobre novas terapêuticas na Pneumologia. Assista a entrevista sobre os principais highlights na área do cancro do pulmão.

Diagnóstico diferencial entre FPI e PH fibrótica: qual a influência da Medicina de Precisão?
Helder Bastos
14 Mar. 2024

“O diagnóstico diferencial entre fibrose pulmonar idiopática (FPI) e pneumonite de hipersensibilidade (PH) fibrótica é, muitas vezes, desafiante na nossa rotina.” Palavras de Helder Bastos, da ULS de São João, no âmbito da sua palestra “Diagnóstico diferencial entre FPI e PH fibrótica: qual a influência da Medicina de Precisão?”, no XXXI Congresso de Pneumologia do Norte, que decorreu de 7 a 9 de março, no Hotel Sheraton Porto.

A importância da multidisciplinaridade na síndrome da apneia obstrutiva do sono
Sónia Viegas
14 Mar. 2024

Sónia Viegas, da ULS de Gaia/Espinho, marcou presença no XXXI Congresso de Pneumologia do Norte, que decorreu de 7 a 9 de março, no Hotel Sheraton Porto, para moderar a sessão clínica sobre síndrome da apneia obstrutiva do sono. Em entrevista, destaca que “esta síndrome requer uma abordagem multidisciplinar”, pelo que a sessão englobou a abordagem da Estomatologia, da cirurgia maxilo-facial e a cirurgia bariátrica. Veja o vídeo.

Interajuda e multidisciplinaridade: “A base do XXXI Congresso de Pneumologia do Norte”
Carla Damas e Daniela Ferreira
14 Mar. 2024

“Perceber que não estão sozinhos na abordagem do doente respiratório e que deve haver margem para a interação com outras especialidades.” Estes são os principais objetivos que Carla Damas e Daniela Ferreira, presidente e vice-presidente da XXXI Congresso de Pneumologia do Norte, respetivamente, destacam sobre o balanço de mais uma edição, que se realizou de 7 a 9 de março, no Hotel Sheraton Porto. Assista às entrevistas.

Centros de referência: “A única forma de tratar os doentes com excelência”
António Morais
14 Mar. 2024

A abordagem diagnóstica, terapêutica e a investigação clínica foram os três temas abordados na sessão clínica “Hipertensão pulmonar: o impacto dos Centros de Referência”, moderada por António Morais e Teresa Shiang, no XXXI Congresso de Pneumologia do Norte. Em entrevista ao moderador, destaca que “a terapêutica tem estado, sistematicamente e de uma forma muito dinâmica, a disponibilizar novas formas de tratamento e fármacos”, ao contrário da abordagem ao diagnóstico que se tem mantido inalterada.

Reunião da Primavera do GECP aborda o tratamento de tumores neuroendócrinos do pulmão
Rita Asseiceiro
07 Mar. 2024

A Reunião da Primavera do Grupo de Estudos de Cancro do Pulmão (GECP) realiza-se no dia 16 de março, no Monte Real Hotel Termas e SPA, em Monte Real. O evento, exclusivamente reservado aos sócios do GECP, promete trazer novidades sobre o tratamento de tumores neuroendócrinos do pulmão (TNE). Ana Figueiredo, presidente da direção do GECP, afirma: "Estamos muito satisfeitos por reunir vários especialistas para debater a abordagem diagnóstica e terapêutica dos tumores neuroendócrinos do pulmão, um grupo de tumores mais raros e por isso menos estudados e com menos opções terapêuticas."

Apoio

CSL BehringJonhson & JonhsonMedinfarMerckMSD

 

RecordatiTakedaTecnimede